A BSCA

O café tem uma profunda raiz na história do Brasil. Suas primeiras sementes brotaram no século 18 para consumo próprio. No século 19, espalhou-se por várias partes do País e mudou o rumo da economia do Brasil Colônia e Império. No século XX, ainda teria grande importância no agronegócio brasileiro, mas em fins do milênio, a expansão agrícola de outras culturas fez o ouro verde perder seu protagonismo no mercado nacional.

Novos comportamentos mundiais em relação à alimentação também tiveram influência significativa nas mudanças no cenário agrícola brasileiro. O mundo começou a exigir não somente quantidade, mas, também, qualidade nos alimentos.

Em 1991, atentos a essas mudanças e com visão além de seu tempo, 12 cafeicultores começaram a vislumbrar novas oportunidades comerciais ao investir em qualidade do café e fundaram a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, sigla em inglês). A BSCA congrega pessoas físicas e jurídicas nos mercados interno e externo de cafés especiais, e busca difundir e estimular o aprimoramento técnico na produção, comercialização e industrialização desses produtos, além de promover, principalmente nas áreas cafeeiras, a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento ambiental sustentável através de programas, projetos e parcerias com entidades públicas e privadas, nacionais e estrangeiras.

A BSCA tem por finalidade, através de parcerias para pesquisas, difusão de técnicas de controle de qualidade e com as promoções de produtos, elevar os padrões de excelência dos cafés brasileiros oferecidos nos mercados interno e externo. É a única instituição brasileira a certificar lotes que podem ser monitorados através de selos de controle de qualidade de cafés especiais, com rastreabilidade total através de numeração individual, cujas consultas são disponibilizadas pela BSCA aos consumidores.

Em parceria com a Alliance for Coffee Excellence (ACE), a BSCA idealizou, em 1998, o Concurso de Qualidade Cafés do Brasil – Cup of Excellence, que também agrega etapas em mais 11 países produtores no mundo. O CoE é uma grande oportunidade de mostrar ao mundo a alta qualidade dos cafés brasileiros e possibilita aos produtores vencedores vender seus cafés, via leilão pela internet, a preços extremamente remuneradores em relação ao mercado convencional. Desde então, a BSCA realiza anualmente esse concurso. Com o sucesso dessa iniciativa e o volume de cafés naturais com excelência produzidos no Brasil, a BSCA, em 2011, promoveu a primeira edição do Cup Excellence – Natural Late Harvest, único concurso no mundo voltado especificamente aos cafés naturais produzidos por via seca.

Por todas as ações, iniciativas e sucessos, a BSCA é reconhecida internacionalmente como a vanguarda da produção de cafés finos no Brasil e sua atuação é contínua na promoção dos produtores e cafés brasileiros.

 

Quem pode ser um associado BSCA?

• Produtores de cafés especiais que possuam propriedade certificada ou em processo de certificação por um dos organismos internacionais certificadores de sustentabilidade;

  • Exportadores de cafés especiais
  • Torrefações
  • Cafeterias

• Entidades associativas ou cooperativas envolvidas com processos de cafés especiais; e

• Colaboradores da cadeia do agronegócio café  (Armazéns, Corretoras, fabricantes de equipamentos e de implementos agrícolas, outros).

 

Quais os benefícios de ser um associado BSCA?

Selo BSCA

Como a BSCA é a única instituição brasileira a certificar lotes com monitoramento de selos de controle de qualidade de cafés especiais, ao se tornar membro, o produtor membro com fazenda certificada também pode garantir seu lote de café quanto à qualidade com o Selo BSCA e, assim, agregar valor na comercialização do produto.

Eventos Internacionais

Todos os membros podem participar, junto com a BSCA, dos maiores eventos internacionais relacionados a cafés especiais no mundo, como as feiras da Specialty Coffee Association (SCA) nos Estados Unidos e Europa, Specialty Coffee Association of Japan (SCAJ), da Café Show - Coréia do Sul, entre outras. A participação dos associados nesses eventos tem gerado excelentes oportunidades de negócio, pois a BSCA proporciona aos membros o contato direto com os importadores. Além disso, a BSCA participa dos principais eventos nacionais relacionados ao agronegócio café, como seminários, workshops, congressos, feiras etc.

Educação

Outro benefício para os associados é o desconto obtido nos cursos oferecidos pela BSCA, além do apoio técnico concedido em diversos dos processos de produção de café especial, da lavoura à xícara. A divulgação das características da qualidade dos diferentes tipos regionais de cafés brasileiros é também uma de suas prioridades, com a realização de numerosos artigos para publicações internacionais e palestras durante as visitas regulares de seus representantes ao exterior.